Brasil comemora vitória contra a Tunísia e se aproxima da classificação no Mundial

Brasil comemora vitória contra a Tunísia e se aproxima da classificação no Mundial

Granollers (ESP) - O Brasil garantiu a segunda vitória no Mundial Masculino de Handebol, nesta quarta-feira (16). Contra a Tunísia, a Seleção fechou o placar em 27 a 22 (13 a 11 no primeiro tempo), no Palácio de los Deportes de Granollers, na Espanha, e comemorou a excelente defesa, que possibilitou também boas jogadas de ataque. Com isso, a equipe que vem conseguindo um crescimento técnico desde o início da competição, segue confiante na classificação para as oitavas de final. O Brasil faz o último jogo desta fase classificatória na sexta-feira (18), contra Montenegro, em Barcelona.

 
A Tunísia abriu a partida na frente fazendo dois gols, mas o Brasil entrou em quadra muito bem e não demorou a descontar. Com as duas defesas bem postadas, o número de bolas na rede foi pequeno no início do confronto, mas os brasileiros conseguiram furar o bloqueio e passaram na frente, levando o jogo com um gol de vantagem por um bom tempo. Com um bom rodizio de jogadores em quadra, a Seleção Nacional seguiu com a boa defesa do jogo anterior e também conseguiu encaixar o ataque, ampliando a vantagem em quatro gols.
 
Na segunda parte, a defesa foi novamente a protagonista, impedindo os ataques da Tunísia. A equipe adversária não conseguiu encaixar mais os ataques. O Brasil ditou o ritmo da partida, também com contra-ataques rápidos tanto pelas laterais quanto pelo meio. O goleiro Rick, que desta vez esteve em quadra todo o tempo, também defendeu ataques precisos da Tunísia. No final do segundo tempo, sempre com a vantagem no marcador, a Seleção trabalhou bastante as jogadas para não dar chances de recuperação aos oponentes, terminando bem a partida com a segunda vitória da competição.
 
A postura da equipe em quadra e as chances mais visíveis de classificação deixaram o técnico Jordi Ribera bastante confiantes. "Estou muito contente com a vitória, pelo grupo e pelo que estamos trabalhando. Necessitávamos ganhar um jogo como esse para que a equipe passasse a acreditar mais nela mesma. Sabíamos que seria difícil contra a Tunísia que está sendo a revelação do campeonato", destacou. Mais uma vez, ele destacou a eficiência da defesa que impediu os contra-ataques dos adversários. Nosso sistema defensivo funcionou nos 60 minutos e isso nos ajudou a ter menos erros no ataque. A boa defesa também nos trouxe confiança, como na partida contra a França ontem."
 
O amador Gustavo Nakamura, o Japa, foi o melhor jogador do confronto e marcou três gols. "Nosso desempenho me deixou muito feliz. Foi um jogo muito difícil, pois a Tunísia é uma equipe muito forte. A defesa foi muito importante para nossa vitória mais uma vez. Agora temos que pensar na próxima partida", finalizou.
 
O artilheiro do confronto foi Kamel Alouini, da Tunísia, com seis gols. Pelo Brasil, Lucas foi quem mais colocou a bola nas redes, anotando seis vezes.
 
Até agora, o Brasil ocupa o quarto lugar no grupo A, com quatro pontos, mesmo número de Tunísia. Em caso de empate por pontos ao final de todas as rodadas, o primeiro critério de desempate é o confronto direto entre as equipes igualadas. Depois disso, o saldo de gols nos jogos disputados entre elas fará a diferença.
 
Gols - Brasil: Lucas (5), Zeba (4), Borges (4), Arthur (3), Japa (3), Vinícius (3), Thiago (2), Diogo (1), Thiagus (1) e Tchê (1). Tunísia: Alouini (6), Sanai (4), Ben Salah (4), Tej (2), Boughanmi (2), Toumi (1), Gharbi (1), Hosni (1) e Chouiref (1).
 
Seleção Brasileira
 
Goleiros: César Augusto de Almeida (EC Pinheiros-SP) e Luiz Ricardo do Nascimento (Metodista/São Bernardo/Besni-SP).
 
Pivôs: Alexandro Pozzer (EC Pinheiros-SP) e Vinícius Santos Teixeira (Metodista/São Bernardo/Besni-SP).
 
Armadores: Arthur Malburg Patrianova (EC Pinheiros-SP), Fernando José Pacheco Filho (EC Pinheiros-SP), Guilherme Valadão Gama (Metodista/São Bernardo/Besni-SP), Gustavo Nakamura Cardoso (Metodista/São Bernardo/Besni-SP), Oswaldo Maestro Guimarães (EC Pinheiros-SP) e Thiagus Petrus (Naturhouse La Rioja - Espanha).
 
Centrais: Diogo Kent Hubner (Metodista/São Bernardo/Besni-SP) e Thiago Roberto Torres dos Santos (TCC/Unitau/Unimed/Tarumã/Taubaté-SP).
 
Pontas: Fábio Rocha Chiuffa (Metodista/São Bernardo/Besni-SP), Felipe Borges (Reale Ademar León - Espanha), Gil Vicente de Paes Pires (TCC/Unitau/Unimed/Tarumã/Taubaté-SP) e Lucas Benedito Cândido (TCC/Unitau/Unimed/Tarumã/Taubaté-SP).
 
Tabela de jogos do Brasil na primeira fase
 
* Horário de Brasília
 
Sábado (12)
Brasil 23 x 33 Alemanha
 
Domingo (13)
Brasil 24 x 20 Argentina
 
Terça-feira (15)
Brasil 22 x 27 França
 
Quarta-feira (16)
Brasil 27 x 22 Tunísia
 
Sexta-feira (18)
17h45 - Brasil x Montenegro