Brasil garante empate com sabor de vitória na estreia do Mundial Feminino

Brasil garante empate com sabor de vitória na estreia do Mundial Feminino

Um empate com sabor de vitória abriu a participação do Brasil no Mundial Feminino de Handebol, neste sábado (05). Diante da Coreia do Sul, as atuais campeãs mundiais tiveram trabalho, mas no finalzinho conseguiram deixar tudo igual (24 a 24) e somar o primeiro ponto na competição. O primeiro tempo terminou 12 a 12 para as orientais. As duas equipes fazem parte do grupo C, que tem a primeira fase disputada em Kolding, na Dinamarca.  

Um jogo de defesa forte desde o início não permitiu que nenhuma das equipes colocasse a bola no gol até os 4 minutos, quando a capitã Dara abriu o placar. A Coreia também fez o dela, mas então, as brasileiras embalaram com as defesas espetaculares da goleira Bárbara Arenhart e os ataques potentes de Duda Amorim. No entanto, as coreanas não desistiram fácil e aos 16 minutos passaram à frente: 6 a 5. Daí pra frente foi difícil para o Brasil. O jogo não fluía como de costume e a 'correria' das coreanas acabou complicando as coisas. As adversárias conseguiram furar a defesa brasileira e terminaram com vantagem na primeira parte.  

Mais atento, o Brasil voltou para o segundo tempo disposto a mudar o placar, e conseguiu. Um série de bons ataques fizeram as atuais campeãs mundiais assumirem a liderança. Mas, as coreanas foram buscar novamente e com a defesa avançada dificultaram os contra-ataques brasileiros. Passaram à frente de novo e dominaram a partida na segunda metade do segundo tempo. Com duas a menos em quadra o Brasil sofreu para se recuperar, mas alcançou, e quando faltavam dois segundos para o final, garantiu o empate com um belo arremesso de Alexandra Nascimento.  

Bárbara foi eleita a melhor em quadra depois de ter um aproveitamento de 37% na defesa. Ela ressaltou o jogo complicado e o estilo diferente das orientais. "Somente Japão e China tem o mesmo estilo da Coreia. Acho que não vamos ter mais nenhum jogo como esse. Hoje foi emocionante. Jogamos como uma perfeita equipe. Erramos e acertamos, mas empatamos. Enfim, já passou. O que dá para levar de hoje é a nossa garra. Provamos que até o último segundo nós lutamos", analisou a goleira.  

Já Alexandra, que foi substituída ainda no primeiro tempo, revelou que não entrou muito bem na partida, mas que depois se superou quando retornou à quadra. "Não podemos esquecer que a Jéssica Quintino está jogando super bem. Ela está fazendo uma grande temporada na Liga dos Campeões na Europa. É uma menina super jovem, que no último Mundial acabou ficando fora por uma lesão. Ela está jogando um bolão e se eu não estava bem o técnico tem que trocar mesmo. Mas, no segundo tempo, consegui deixar a minha experiência fluir e fazer o gol do empate", comentou a ponta direita.  

A próxima partida do Brasil será na segunda-feira (7), às 13h (horário de Brasília), contra a República Democrática do Congo, que hoje foi derrotado pela Argentina por 23 a 15. No outro confronto do grupo C, a França venceu a Alemanha por 30 a 20.  

Gols do Brasil: Ana Paula (7), Duda (4), Larissa (4), Dara (2), Alexandra (2), Jéssica (2), Deonise (2) e Daniela (1). Gols da Coreia do Sul: Ryu (7), Yura Jung (4), Jinyi Kim (3), Yoo (2), Choi (2), Jihae Jung (2), Gwon (2), Lee (1) e Yu (1).  

Tabela de jogos do Brasil na primeira fase  
*Horários de Brasília
 
Sábado (05)
Brasil 24 x 24 Coreia do Sul

Segunda-feira (07)
13h - República Democrática do Congo x Brasil

Terça-feira (08)
17h30 - Brasil x Alemanha

Quinta-feira (10)
13h - Argentina x Brasil  

Sexta-feira (11)
15h15 - Brasil x França  

Seleção Brasileira Feminina  
Goleiras: Bárbara Arenhart "Babi" (Nykobing F. Handboldklub - Dinamarca) e Mayssa Pessoa (Bucareste - Romênia).

Pontas: Alexandra Nascimento "Alê" (Baia Mare - Romênia), Célia Costa (Metodista/São Bernardo - SP), Fernanda França (Bucareste - Romênia), Jéssica Quintino (MKS Selgros Lublin - Polônia) e Larissa Araújo (UnC/Concórdia - SC).

Armadoras: Amanda Andrade (UnC/Concórdia - SC), Bruna Paula (São José - SP), Deonise Fachinello (Bucareste - Romênia) e Eduarda Amorim "Duda" (Györ Audi ETO - Hungria).

Centrais: Ana Paula Rodrigues (Bucareste - Romênia) e Francielle Gomes da Rocha "Fran" (Hypo Nö - Áustria).

Pivôs: Daniela Piedade "Dani" (Siófok KC - Hungria), Fabiana Diniz "Dara" (BBM Bietigheim - Alemanha) e Tamires Morena (Mosonmagyaróvári - Hungria).

Assessoria de Comunicação
Confederação Brasileira de Handebol