CBHb compõe comissões de atletas, clubes e árbitros

CBHb compõe comissões de atletas, clubes e árbitros

Presidente de cada uma das comissões terá direito a voz e a voto nas Assembleias

 

Da redação, Santo André (SP) - A Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), dentro do modelo de governança corporativa implementado em 2014, compôs as comissões de atletas, clubes e árbitros. Os comitês irão funcionar como órgãos de assessoramento à presidência da CBHb e vão participar da gestão da entidade. 
 
Para chegar a composição dos integrantes, a instituição criou um processo por meio de edital, que estabeleceu o prazo, as condições e os requisitos para inscrição dos interessados. Cada comissão poderia contar com, no máximo, três integrantes efetivos e três suplentes. O comitê de arbitragem foi o que apresentou o maior número de candidatos.
 
Em reuniões com os componentes das comissões, foram definidos os presidentes de cada uma delas, que irão participar das Assembleias Geral Ordinária e Geral Eletiva, realizadas em fevereiro de 2017. As reuniões contaram também com as presenças do presidente da CBHb, Manoel Luiz Oliveira, com o vice-presidente, Guilherme Raso, e com o diretor jurídico, Paulo Sérgio de Oliveira. 
 
A partir de agora, a comissão de atletas contará com Alice Fernandes (Esporte Clube Pinheiros/SP), Bruno de Oliveira (Grêmio CIEF/PB e da Seleção Brasileira de Handebol de Areia) e Felipe Borges (Seleção Brasileira Masculina). Gil Vicente de Paes Pires (Grêmio CIEF/PB e da Seleção Brasileira de Handebol de Areia) será o suplente. 
 
A comissão será presidida por Bruno, que agradeceu a confiança nele depositada. "Eu farei o possível para representar os atletas e não medirei esforços para fazer isso da melhor maneira possível. Conto com a ajuda de todos", afirmou.
 
Já a comissão de clubes será representada pela APAHAND/Caxias do Sul (RS), por meio do técnico Gabriel Citon, pelo São Bernardo/Metodista (SP), com Adriano dos Santos, e pela UnC/Concórdia (SC), com o treinador Alexandre Schneider, que também será o presidente da comissão.
 
"Eu aproveito para agradecer aos clubes pela confiança em representá-los. A intenção é estar sempre pensando no desenvolvimento do handebol. Tenho certeza que posso colaborar para que possamos, cada vez mais, evoluir e desenvolver a nossa modalidade", destacou Alexandre.
 
Por fim, a comissão de árbitros será composta por Clodoaldo Damaceno Paz (árbitro internacional), Dnaldo Silva do Nascimento (continental) e Sálvio Pereira Sedrez (internacional). Os suplentes serão Alcimar Duque Teixeira (nacional), Dênio da Costa (internacional) e Ésilo de Mello (internacional). 
 
Por unanimidade, Sálvio foi eleito como presidente. "Eu agradeço a oportunidade que me foi dada. Obrigado aos companheiros de todos esses anos por esse voto de confiança e também ao presidente Manoel Luiz", disse.
 
O presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz Oliveira, tem ótimas expectativas com a implementação das três comissões. "Eu gostaria de parabenizar a todos. Espero que possamos produzir trabalhos em cooperação para uma melhoria sistemática no desenvolvimento do handebol brasileiro", encerrou Manoel, lembrando que o regimento interno será elaborado por cada comissão.