Clássico regional fecha primeira etapa em Cascavel

Clássico regional fecha primeira etapa em Cascavel

Duas equipes do oeste do estado protagonizaram um jogo bom de assistir na tarde deste domingo (4) pela primeira etapa do Campeonato Paranaense de Handebol Divisão Especial. De um lado o Cascavel / ACH, de outro, o Ahandfoz / Foz do Iguaçu. Na quadra do Ginásio da Neva, em Cascavel, a chance de terminar o fim de semana com duas vitórias. Nos jogos do sábado (3), Foz do Iguaçu venceu o Campo Mourão por 31 a 20, enquanto os cascavelenses derrotaram Corbélia por 33 a 22. Mas quem levou a melhor no clássico foi o Foz, que venceu seu segundo jogo por 28 a 25.

Neste domingo, os times do Oeste não encontraram as “facilidades” da primeira rodada, e entraram em quadra dispostos a não vender fácil uma vitória. Se na volta do intervalo parecia que os cascavelenses conseguiriam manter a vantagem de 3 gols no placar (14 a 11), a segunda etapa se desennhou totalmente adversa à equipe do técnico Sérgio Francisconi. Implantando seu ritmo de jogo, Foz conseguiu a virada pouco antes dos dez minutos finais de partida, e faltando cinco minutos para acabar o jogo, a vantagem era de dois gols (24 a 22) para o time da Terra das Cataratas.

 

Errando muito e dando brechas em sua defesa, Cascavel viu o adversário se afastar na contagem, ampliando para 4 gols faltando pouco menos de 3 minutos para o encerramento. No final, prevaleceu a força física e a quantidade menor de erros da equipe da fronteira, que chegou à sua segunda vitória ao derrotar Cascavel por 28 a 25.

 

“Infelizmente passamos praticamente todo o segundo tempo com menos um jogador em quadra, cumprindo os dois minutos. Por isso não conseguimos administrar a vantagem do primeiro tempo nem mesmo virar o jogo”, lamentou Francisconi. “A vitória foi o esforço do time, que tem atleta experientes e que vivem o handebol. Nossa meta para esse ano no Paranaense é estar entre os quatro finalistas e depois disso, fazer a final”, garantiu o técnico e jogador do Foz, Luciano Andrade.

 

Destaque

Mesmo derrotado, o Cascavel teve o melhor jogador da partida: Diego Bottini. O atleta venceu pela segunda vez o prêmio de destaque neste fim de semana. Após ser eleito o melhor no sábado, diante do Corbélia, ele repetiu o feito neste domingo. “Essa premiação reflete nosso esforço em quadra. Batalhamos até o fim, mas não deu. Agora é pensar nas próximas etapas, porque temos chance de recuperação”, finalizou.

 

Umuarama vence

Na partida que aconteceu no Ginásio São Cristóvão no mesmo horário, o time de Umuarama venceu Matelândia por 30 a 17 e também alcançou sua segunda vitória no Campeonato Paranaense de Handebol Divisão Especial.

O Campeonato Paranaense de Handebol Divisão Especial é uma realização da Liga de Handebol do Paraná (LHPR) com o apoio da Prefeitura Municipal de Cascavel, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo, Confederação Brasileira de Handebol, APAH, Kagiva e Caio Eventos.

 

Luciano Neves – Assessoria LHPR

DRT 7866

luciannoesportes@gmail.com