Em duelo emocionante, Maringá (PR) conquista o bronze inédito na Liga Nacional Masculina

Em duelo emocionante, Maringá (PR) conquista o bronze inédito na Liga Nacional Masculina

Confronto contra a jovem equipe da FAB (RJ) antecedeu a disputa do ouro, que será entre Taubaté (SP) e Pinheiros (SP), às 19h30

Maringá conquistou o bronze inédito

 

Aparecida (SP) - O Unimed/UEM/Maringá (PR) conquistou um resultado inédito na Liga Nacional Masculina de Handebol. Em um duelo equilibrado e emocionante do início ao fim contra a jovem equipe da Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ), os paranaenses venceram os cariocas por 25 a 21 (14 a 11 no primeiro tempo) e levaram o bronze pela primeira vez na história da equipe na competição. A decisão do ouro será entre o atual campeão, o TCC/Unitau/Fecomerciários/Raizén/Taubaté (SP), e o pentacampeão Esporte Clube Pinheiros (SP), ainda neste domingo (7), às 19h30, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP). A partida será transmitida, ao vivo, no canal SporTV3.
 
A FAB (RJ) mostrou sua força no início do primeiro tempo e abriu três gols de vantagem, mas Maringá (PR) reagiu e logo virou. A partir daí, os paranaenses permaneceram em vantagem durante toda a etapa. Com boas defesas do goleiro Joelber do Maringá, a FAB teve dificuldade para se igualar ao adversário, que fechou em 14 a 11. 
 
No segundo tempo, os meninos do Rio de Janeiro voltaram com mais garra ainda para buscar a recuperação e, com menos de quatro minutos, o placar marcava 14 gols para cada lado. Depois disso, a FAB teve dificuldade de chegar ao gol adversário pela boa atuação da defesa da equipe do Paraná. Os paranaenses, comandados pela experiência do central Léo, aproveitou bem as oportunidades e, aos 20 minutos, o placar era de 23 a 18. Apesar da diferença, a FAB não deixou de acreditar, mas pecou nas finalizações e não conseguiu mais passar os oponentes, mesmo com as ótimas atuações de Cleryston, Rodolfo e Rogério, os destaques da equipe carioca no duelo de hoje.
 
Após o confronto, os paranaenses comemoram muito em quadra o resultado inédito. O técnico Valmir Fassina confessou que ficou bastante satisfeito com a conquista e com o desempenho do grupo, em especial com a performance do goleiro Joelson e do central Léo. "A nossa defesa atuou muito bem hoje, especialmente o Joelson. Na competição em geral, um dos nossos maiores destaques é o Léo. Tenho admiração por ele, pelo o que representa e pela qualidade dele como atleta", elogia Fassina.
 
Além de ter conquistado a medalha, o treinador pode confirmar que a equipe está indo no caminho certo e também que tem evoluído. No ano passado, por exemplo, ficaram com o quarto lugar na Liga Nacional e, agora, puderam comemorar o bronze. "No primeiro jogo da semifinal com o Pinheiros, fizemos uma partida atípica e sentimos muito a falta do Thiago, que não jogou. Já no segundo, acertamos e conseguimos vencer. Hoje, seria uma prova se realmente estamos no caminho certo ou não. Com esse resultado, pudemos confirmar que sim, que temos uma ótima equipe. Nossa defesa atuou muito bem e conquistamos um feito excepcional. Esse terceiro lugar é uma grande vitória. A fase final teve uma repercussão muito boa, com confrontos televisionados e isso, com certeza, vai ajudar a fortalecer ainda mais o handebol da cidade", comemorou Fassina.
 
Para a FAB, apesar de não ter ficado com um dos lugares no pódio, a sensação é de dever cumprido. A equipe, montada no início do ano e com alguns jovens atletas que nunca tinham disputado a competição, já está entre as quatro melhores do Brasil, sempre jogando de igual para igual. A vibração e o fato de nunca desistir são os principais pontos fortes desse grupo, segundo o técnico Carlos Eugênio Azevedo. "A gente procurou passar para esses meninos que uma grande arma é nunca desistir. Apesar de não termos vencido, o nosso caminho até aqui foi excepcional. Foi um trabalho realizado com muita garra. Saímos com a cabeça erguida e com a lição de que podemos ainda mais", garantiu. 
 
O treinador ressaltou o poder do Maringá (PR) e o merecimento pelo resultado. "Enfrentamos uma equipe experiente, comandada pelo Léo, um líder dentro de quadra e que conseguiu comandar o time de uma forma excelente", enalteceu Eugênio.
 
Gols do Maringá (PR) - Thiago (6), Gil (5), Leonardo (4), Pedro (3), Wilson (3), Allan (2) e Rodolfo (2).
 
Gols da FAB (RJ) - Cleryston (6), Rodolfo (6), Rogério (6), André Conceição (1), André Leal (1) e Marcus Domingues (1).
 
Programação
 
Quinta-feira (4)
Primeira rodada da semifinal
TCC/Unitau/Fecomerciários/Raizén/Taubaté (SP) 31 x 19 Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ) 
Unimed/UEM/Maringá (PR) 23 x 34 Esporte Clube Pinheiros (SP)
 
Sexta-feira (5)
Segunda rodada da semifinal
TCC/Unitau/Fecomerciários/Raizén/Taubaté (SP) 28 x 23 Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ)
Unimed/UEM/Maringá (PR) 22 x 17 Esporte Clube Pinheiros (SP)
 
Domingo (7)
Unimed/UEM/Maringá (PR) 25 x 21 Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ) - disputa do bronze
19h30 - TCC/Unitau/Fecomerciários/Raizén/Taubaté (SP) x Esporte Clube Pinheiros (SP) - final
 
Serviço
Fase final da Liga Nacional Masculina de Handebol
Datas: 4, 5 e 7 de dezembro
Local: Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, na Avenida Doutor Júlio Prestes, S/N, Bairro Ponte Alta, em Aparecida (SP)
Ingresso: um quilo de alimento não perecível