Emoção e equilíbrio marcam primeiro dia de disputas do Paranaense Adulto Chave Ouro em Campo Largo

Emoção e equilíbrio marcam primeiro dia de disputas do Paranaense Adulto Chave Ouro em Campo Largo
Muito equilíbrio e jogos cheios de emoção. Assim podemos classificar o primeiro dia de disputas da quarta etapa do Campeonato Paranaense de Handebol Adulto 2016—Chave Ouro, competição que reúne as melhores equipes do Estado e que está sendo disputada em Campo Largo neste final de semana (dias 10 e 11). A atividade é promovida pela Liga de Handebol do Paraná (LHPR) / Paraná Handebol. No total, foram disputadas cinco partidas —todas na modalidade masculina—com um total de 247 gols.
 
A abertura da etapa ficou a cargo das equipes do Ponta Grossa/LHCG/Águia Sistem e ACH/Lanalli/Semel/Cascavel. Disputado desde o seu inicio, as duas equipes lutaram muito para a conseguir marcar seus gols, graças ao excelente desempenho de seus goleiros. Após muita insistência, a equipe cascavelense abriu o placar. Os ponta-grossenses precisaram perder dois lances livres até marcarem seu primeiro ponto. E assim a partida seguiu nos 30 primeiros minutos iniciais, com inúmeras disputas e placar de 16 x 10 a favor de Cascavel.
 
Na segunda etapa, o panorama não mudou muito. Ponta Grossa buscava tirar a diferença e Cascavel seguia comandando o placar, sempre com a mesma diferença de gols. No final, venceu quem soube aproveitar melhor as chances. 28 x 20 para os cascavelenses. Destaque da partida, o pivo Eliseu Oliveira—atleta de Cascavel, comenta sobre a partida.
 
“Sabíamos desde o início que seria uma partida difícil. Por isso, nossa estratégia era começar forte no primeiro tempo para administrar no segundo. Tenho certeza que os pontos desta vitória irão nos ajudar na tabela de classificação. Nosso objetivo é classificar entre os quatro e consequentemente chegar até a final”, finaliza.
 
Passada a primeira partida, foi a vez da equipe da casa entrar em quadra. Apoiados pelos presentes nas arquibancadas da Vila Olímpica, os atletas da equipe Campo Largo/EPH/PUC entraram para a partida contra a forte e favorita equipe de Maringá/Unimed/Unifarma. No começo, a equipe da casa conseguiu controlar o jogo e se manter a frente do placar, muito por conta da atuação do goleiro campo-larguense, que com suas defesas, incendiou o ambiente. Só que a empolgação inicial passou e Maringá tomou conta do jogo. Com uma defesa bem armada e com ótimos contra-ataques, a equipe visitante fechou o primeiro tempo vencendo por 14 x 09. 
 
Iniciado o segundo tempo, Campo Largo continuou encarando os maringaense de frente, lutando e disputando cada espaço de quadra. Só que somente suor e vontade não foram suficientes para os anfitriões reverterem o placar. Fim de jogo e vitória de Maringá por 28 X 14.
 
“Com muito trabalho e dedicação, estamos mostrando que podemos brigar pelo título e manter a hegemonia da nossa equipe no estado, o que acontece há cerca de dois. Agora é dar continuidade ao que vem sendo feito”, comenta Arthur Willian, atleta de Maringá considerado destaque da partida.
 
Com o fim da tarde e o começo da noite, veio também a terceira partida da etapa. Em quadra, as equipes de São Miguel do Iguaçu e Fecam/Ahandecam/Campo Mourão animaram os presentes com um jogo aberto, dinâmico e parelho. A igualdade era tanta que o primeiro tempo terminou empatado em 12 X 12.
 
Iniciada a segunda etapa, o jogo seguia totalmente aberto. Uma equipe marcava um gol, a outra ia lá e empatava. Na metade do segundo tempo, o placar marcava 17 x 17. Faltando cinco minutos para o final, a equipe de Campo Mourão se aproveitou de alguns vacilos defensivos do adversário e abriu uma pequena vantagem, que perdurou até o final. 26 x 23 para Campo Mourão.
 
“Estamos orgulhosos da partida que fizemos, contra uma equipe maior, independente da derrota. Lutamos, corremos e nos entregamos. É uma prazer jogar ao lado dos meus companheiros. Fui escolhido o destaque mas todos tem participação nisso”, comemora o goleiro Douglas Biss, atleta da delegação de São Miguel do Iguaçu.
 
Continuando as disputas, foi a vez de DNBR Telecom/Tecplan/Floraí e Ahandfoz/SMEL/Foz do Iguaçu se enfrentarem. O clima estava frio no local mas a disputa dentro de quadra estava muito quente. Mais experiente e forte fisicamente, Foz do Iguaçu tomou as rédeas da partida e se impôs, ficando sempre a frente no placar. Apesar da melhora da equipe adversária, o placar marcava 13 X 10 a favor de Foz ao final da primeira etapa.
 
Como havia terminado melhor o primeiro tempo, a expectativa era que Floraí mantivesse o ritmo para incendiar a partida. Mas a equipe de Foz usou toda a sua bagagem para manter o ritmo e a vantagem, até o fim da partida. Placar final 27 X 22 a favor da equipe da fronteira. Destaque do jogo, o atleta Claudiomiro “Mão de Onça”afirma que a concentração da sua equipe do início ao fim da partida foram primordiais para a vitória.
 
“Sabíamos da dificuldade que íamos enfrentar, por conta disso, entramos muito focados para que não acontecesse o que aconteceu ano passado, quando eles nos derrotaram. Pela bela partida, as duas equipes estão de parabéns”, conclui o armador esquerdo.
 
Quem ficou para acompanhar a última partida do dia entre as equipes de Rebouças e Cambé/SEME/Handebol pode presenciar um grande jogo, do início ao fim. Parelho e bem disputado, o embate só foi definido nos instantes finais, quando a equipe de Cambé se aproveitou de erros defensivos do seu adversário e conseguiu abrir uma pequena vantagem, suficiente para garantir a vitória pelo placar de 30 X 29.
 
“Mesmo desfalcados, lutamos o tempo todo contra a forte equipe de Cambé, mas infelizmente não tivemos tempo de igualar o placar. Ainda temos mais algumas partidas e nosso foco é somar pontos para fugir do rebaixamento”, conclui o atleta Rafael Binhara, goleiro da equipe derrotada mas que foi considerado o destaque da partida.
 
A divisão de elite será disputada em seis etapas, cinco classificatórias e a grande final. A quinta fase de grupos acontece entre os dias 24 e 25 de setembro, em Cascavel/PR.
 
O Campeonato Paranaense de Handebol Adulto conta com o apoio da Prefeitura de Campo Largo, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, da Federação Internacional de Handebol (IHF), Confederação Brasileira de Handebol, Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo (SEET), Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), CREF9/PR e tem o patrocínio das empresas Kagiva e Caio Eventos.
 
Liga de Handebol do Paraná 
Assessoria de Comunicação
Paulo de Tarso Pires dos Santos
 
 
 
Emoção e equilíbrio marcam primeiro dia de disputas do Paranaense Adulto Chave Ouro em Campo Largo
 
 
 
Muito equilíbrio e jogos cheios de emoção. Assim podemos classificar o primeiro dia de disputas da quarta etapa do Campeonato Paranaense de Handebol Adulto 2016—Chave Ouro, competição que reúne as melhores equipes do Estado e que está sendo disputada em Campo Largo neste final de semana (dias 10 e 11). A atividade é promovida pela Liga de Handebol do Paraná (LHPR) / Paraná Handebol. No total, foram disputadas cinco partidas —todas na modalidade masculina—com um total de 247 gols.
 
 
 
A abertura da etapa ficou a cargo das equipes do Ponta Grossa/LHCG/Águia Sistem e ACH/Lanalli/Semel/Cascavel. Disputado desde o seu inicio, as duas equipes lutaram muito para a conseguir marcar seus gols, graças ao excelente desempenho de seus goleiros. Após muita insistência, a equipe cascavelense abriu o placar. Os ponta-grossenses precisaram perder dois lances livres até marcarem seu primeiro ponto. E assim a partida seguiu nos 30 primeiros minutos iniciais, com inúmeras disputas e placar de 16 x 10 a favor de Cascavel.
 
 
 
Na segunda etapa, o panorama não mudou muito. Ponta Grossa buscava tirar a diferença e Cascavel seguia comandando o placar, sempre com a mesma diferença de gols. No final, venceu quem soube aproveitar melhor as chances. 28 x 20 para os cascavelenses. Destaque da partida, o pivo Eliseu Oliveira—atleta de Cascavel, comenta sobre a partida.
 
 
 
“Sabíamos desde o início que seria uma partida difícil. Por isso, nossa estratégia era começar forte no primeiro tempo para administrar no segundo. Tenho certeza que os pontos desta vitória irão nos ajudar na tabela de classificação. Nosso objetivo é classificar entre os quatro e consequentemente chegar até a final”, finaliza.
 
 
 
Passada a primeira partida, foi a vez da equipe da casa entrar em quadra. Apoiados pelos presentes nas arquibancadas da Vila Olímpica, os atletas da equipe Campo Largo/EPH/PUC entraram para a partida contra a forte e favorita equipe de Maringá/Unimed/Unifarma. No começo, a equipe da casa conseguiu controlar o jogo e se manter a frente do placar, muito por conta da atuação do goleiro campo-larguense, que com suas defesas, incendiou o ambiente. Só que a empolgação inicial passou e Maringá tomou conta do jogo. Com uma defesa bem armada e com ótimos contra-ataques, a equipe visitante fechou o primeiro tempo vencendo por 14 x 09. 
 
 
 
Iniciado o segundo tempo, Campo Largo continuou encarando os maringaense de frente, lutando e disputando cada espaço de quadra. Só que somente suor e vontade não foram suficientes para os anfitriões reverterem o placar. Fim de jogo e vitória de Maringá por 28 X 14.
 
 
 
“Com muito trabalho e dedicação, estamos mostrando que podemos brigar pelo título e manter a hegemonia da nossa equipe no estado, o que acontece há cerca de dois. Agora é dar continuidade ao que vem sendo feito”, comenta Arthur Willian, atleta de Maringá considerado destaque da partida.
 
 
 
Com o fim da tarde e o começo da noite, veio também a terceira partida da etapa. Em quadra, as equipes de São Miguel do Iguaçu e Fecam/Ahandecam/Campo Mourão animaram os presentes com um jogo aberto, dinâmico e parelho. A igualdade era tanta que o primeiro tempo terminou empatado em 12 X 12.
 
 
 
Iniciada a segunda etapa, o jogo seguia totalmente aberto. Uma equipe marcava um gol, a outra ia lá e empatava. Na metade do segundo tempo, o placar marcava 17 x 17. Faltando cinco minutos para o final, a equipe de Campo Mourão se aproveitou de alguns vacilos defensivos do adversário e abriu uma pequena vantagem, que perdurou até o final. 26 x 23 para Campo Mourão.
 
 
 
“Estamos orgulhosos da partida que fizemos, contra uma equipe maior, independente da derrota. Lutamos, corremos e nos entregamos. É uma prazer jogar ao lado dos meus companheiros. Fui escolhido o destaque mas todos tem participação nisso”, comemora o goleiro Douglas Biss, atleta da delegação de São Miguel do Iguaçu.
 
 
 
Continuando as disputas, foi a vez de DNBR Telecom/Tecplan/Floraí e Ahandfoz/SMEL/Foz do Iguaçu se enfrentarem. O clima estava frio no local mas a disputa dentro de quadra estava muito quente. Mais experiente e forte fisicamente, Foz do Iguaçu tomou as rédeas da partida e se impôs, ficando sempre a frente no placar. Apesar da melhora da equipe adversária, o placar marcava 13 X 10 a favor de Foz ao final da primeira etapa.
 
 
 
Como havia terminado melhor o primeiro tempo, a expectativa era que Floraí mantivesse o ritmo para incendiar a partida. Mas a equipe de Foz usou toda a sua bagagem para manter o ritmo e a vantagem, até o fim da partida. Placar final 27 X 22 a favor da equipe da fronteira. Destaque do jogo, o atleta Claudiomiro “Mão de Onça”afirma que a concentração da sua equipe do início ao fim da partida foram primordiais para a vitória.
 
 
 
“Sabíamos da dificuldade que íamos enfrentar, por conta disso, entramos muito focados para que não acontecesse o que aconteceu ano passado, quando eles nos derrotaram. Pela bela partida, as duas equipes estão de parabéns”, conclui o armador esquerdo.
 
 
 
Quem ficou para acompanhar a última partida do dia entre as equipes de Rebouças e Cambé/SEME/Handebol pode presenciar um grande jogo, do início ao fim. Parelho e bem disputado, o embate só foi definido nos instantes finais, quando a equipe de Cambé se aproveitou de erros defensivos do seu adversário e conseguiu abrir uma pequena vantagem, suficiente para garantir a vitória pelo placar de 30 X 29.
 
 
 
“Mesmo desfalcados, lutamos o tempo todo contra a forte equipe de Cambé, mas infelizmente não tivemos tempo de igualar o placar. Ainda temos mais algumas partidas e nosso foco é somar pontos para fugir do rebaixamento”, conclui o atleta Rafael Binhara, goleiro da equipe derrotada mas que foi considerado o destaque da partida.
 
 
 
A divisão de elite será disputada em seis etapas, cinco classificatórias e a grande final. A quinta fase de grupos acontece entre os dias 24 e 25 de Setembro, em Cascavel/PR.
 
 
 
O Campeonato Paranaense de Handebol Adulto conta com o apoio da Prefeitura de Campo Largo, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, da Federação Internacional de Handebol (IHF), Confederação Brasileira de Handebol, Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo (SEET), Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), CREF9/PR e tem o patrocínio das empresas Kagiva e Caio Eventos.