JAPS A Handebol - Umuarama mantém hegemonia no Paraná

JAPS A Handebol - Umuarama mantém hegemonia no Paraná
.
 
Só dá elas no lugar mais alto pódio. Umuarama comprovou a supremacia no Estado ao vencer pela quarta vez consecutiva os Jogos Abertos do Paraná (JAPs). A conquista do título veio de uma série invicta na competição que se comprovou ao ganharem de Maringá por 33 a 22, na noite de sexta-feira (26.09), no ginásio de esportes Alcides Pan, em Toledo.

Alegria misturada à emoção do técnico Newton Neto Trindade comoveu a todos e deixou a conquista ainda mais especial. “Este título representa a seriedade com que desenvolvemos o nosso trabalho. Provamos mais uma vez que quem trabalha bastante colhe os frutos que planta. Estou emocionado porque sei das dificuldades que passamos para estar aqui, para mais uma vez nos superar e mostrar que podemos ir longe, porque acreditamos no que fazemos. Todas as meninas estão de parabéns, me deixaram muito mais que orgulhoso”, frisou Trindade, dedicando o título para a Comunidade Terapêutica Sou Vivo! Não Uso Drogas!.

Eleita a melhor jogadora da partida, a central Larissa Araújo fez questão de enaltecer a equipe pela garra e dedicação. “Agradeço pelo reconhecimento, mas considero que me destaquei pelo trabalho em conjunto da minha equipe, somos muito unidas e conseguimos superar todas as adversidades para conquistar a medalha de ouro, merecemos muito este título”, declarou, acrescentando: “Agora vamos comemorar mais esta conquista e na semana que vem nosso foco muda, se volta para as disputas da Liga Nacional”, revela a campeã mundial universitária, título de maior expressão já conquistado pela atleta ao representar em agosto o Brasil no Campeonato Mundial Universitário.

A seleção é a atual tricampeã do Campeonato Paranaense e tetracampeã dos Jogos Universitários do Paraná, e ainda alcançaram o 3º lugar em 2012 e o 5º lugar em 2014 na Liga Nacional. O selecionado é o único na história do Estado que conquistou em sequência três títulos nos Jogos Universitários Brasileiros. 



Na decisão de 3º lugar, Cascavel se despediu da competição com a medalha de bronze ao vencer Foz do Iguaçu por 29 a 16, com parciais 16x08 e 13x08. Destaque para Michele Graton Moura, indicada pelo técnico cascavelense e pela equipe de arbitragem a melhor atleta da partida. 
 
.

Detentora de nove títulos da divisão de elite e dois da divisão B, Cascavel não conseguiu chegar este ano na final da competição. O treinador Neudi Zenatti atribui uma sucessão de fatores que culminou com o baixo desempenho do grupo. “É primordial ter equilíbrio emocional, nos perdemos em alguns momentos no jogo contra Maringá pela parte psicológica, assim como o ataque não funcionou visto que não conseguimos fazer o desdobre (caída de segundo pivô) e isso nos levou a erros consecutivos na partida”, analisa, acrescentando: “Diante de Foz esperávamos um jogo mais fácil, mas também tivemos algumas dificuldades até conseguir abrir vantagem e se impor. A medalha de bronze nos deixa entre as três melhores equipes da competição, agora vamos trabalhar para melhorar esta marca”, conclui. 


Jogos Abertos do Paraná – Divisão A
Jaqueline Galvão
jaquelinefsgalvao@hotmail.com
(45) 3278 - 5939 / (45) 9139-1005