Liga Nacional Masculina chega à decisão com disputa das semifinais e final

Liga Nacional Masculina chega à decisão com disputa das semifinais e final

São Bernardo do Campo (SP) recebe as duas etapas a partir de sexta-feira (9) até domingo (11)

Taubaté segue invicto na competição

Da redação, Santo André (SP) -  A Liga Nacional Masculina de Handebol irá conhecer o grande campeão da temporada 2016 neste fim de semana. A competição chega à fase decisiva com a disputa das semifinais e finais de sexta-feira (9) até domingo (11) e o público pode esperar por grandes duelos no ginásio poliesportivo Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). Na briga por uma vaga na decisão do ouro estão Taubaté/FAB/Unitau (SP), PM Maringá/Unimed/Unifamma (PR), Pinheiros (SP) e São Caetano (SP). As partidas terão transmissão dos canais SporTV, Bandsports e TV Band (conforme programação abaixo). A entrada para o público será gratuita. 

 
Na sexta-feira (9), os confrontos das semifinais serão entre Taubaté/FAB/Unitau (SP) e PM Maringá/Unimed/Unifamma (PR), às 19h30, e Pinheiros (SP) contra São Caetano (SP), às 21h30. Para o sábado (10) estão marcados os jogos de volta: Taubaté/FAB/Unitau (SP) e PM Maringá/Unimed/Unifamma (PR), às 14h, e Pinheiros (SP) e São Caetano (SP), às 16h. Os vencedores passam para a grande final no domingo (11), às 13h, e os perdedores decidem o bronze às 9h30. 
 
As quatro equipes se classificaram depois de boas campanhas na primeira fase e após as quartas de final, que este ano contou com novo formato criado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), quando reuniu as três conferências regionais: Sul/Sudeste/Centro, Norte e Nordeste, oportunizando a participação de equipes de outros Estados no principal campeonato de clubes do País. 
 
Os quatro já estiveram em decisões anteriores e tiveram alguns dias após o fim das quartas de final para se concentrar nos últimos jogos da temporada. Taubaté (SP), atual vice-campeão, terminou a fase classificatória da Conferência Sul/Sudeste/Centro invicto e nas quartas derrotou o Remo/Handteam (PA). Agora, pega o time paranaense, que foi quarto nas classificatórias da região. 
 
O time do interior paulista esteve na final nas três últimas edições e foi campeão da Liga em 2013 e 2014. No ano passado ficou com a medalha de prata após perder para o Pinheiros (SP). O objetivo este ano é recuperar a taça, mas antes de chegar lá, o técnico Marcus 'Tatá', sabe que terá um duro adversário pela frente. "Nos preparamos muito para essas semifinais com Maringá, desde que ficamos sabendo o cruzamento. Tivemos um bom tempo de treinamento. Estudamos vídeos, estatísticas, e acredito que precisamos dar uma olhada com mais carinho para a preparação física e psicológica dos atletas. As duas semifinais vão ser bastante complicadas porque o campeonato está muito equilibrado", destacou. Ele lembra que para as partidas, Taubaté (SP) terá desfalques importantes. "Vamos sofrer a ausência do Alemão e o Thiago ainda é dúvida", acrescentou. 
 
Maringá (PR) tinha a meta de chegar às semifinais e, agora, quer avançar ainda mais. "Estamos na posição que queríamos, ou seja, entre as quatro melhores equipes do País. Agora é brigar para conquistar a melhor colocação. Estas semanas seguimos com a mesma preparação, claro que dando ênfase em aspectos específicos para iniciar essa disputa contra Taubaté, que tem muita qualidade", frisou o técnico Leonardo Bortollini.
 
São Caetano (SP) e Pinheiros (SP) foram segundo e terceiro colocados na primeira fase e são equipes que se conhecem muito bem pela disputa de jogos não só da Liga, mas também dos campeonatos estaduais. O equilíbrio entre eles já foi bastante grande na fase classificatória e promete seguir na briga pela vaga na final. 
 
O técnico de São Caetano (SP), Washington Nunes, afirma que o grupo buscou melhorar alguns pontos com relação à primeira fase e também estudou detalhadamente o adversário para tentar usar as melhores armas nas semifinais. "A preparação da equipe foi intensa. Melhoramos as questões físicas por conta da primeira fase da Liga e a intensidade nos treinos se deu por conta de um ritmo forte que o Pinheiros tem, tanto de transição quanto de superioridade numérica, jogando com o goleiro linha, com sete contra seis. Tentamos trabalhar bem o sistema defensivo quanto a isso, aprimorar o retorno defensivo e também preparar a equipe para atacar um pouco mais sobre a defesa 6 x 0 que eles apresentaram no campeonato. Acho que estamos bem preparados, focados, com uma expectativa de fazer dois jogos muito bons e com grande sede de ir para as finais", revelou o treinador que comanda também a Seleção Brasileira Masculina. 
 
Programação 
 
Semifinais
 
Sexta-feira (9)
19h30 - Taubaté/FAB/Unitau (SP) x PM Maringá/Unimed/Unifamma (PR) - SporTV e Bandsports
21h30 - Pinheiros (SP) x São Caetano (SP) - SporTV e Bandsports
 
Sábado (10)
14h - Taubaté/FAB/Unitau (SP) x PM Maringá/Unimed/Unifamma (PR) - SporTV, Bandsports e Band
16h - Pinheiros (SP) x São Caetano (SP) - SporTV e Bandsports
 
Domingo (11)
9h30 - disputa do bronze 
13h - disputa do ouro - SporTV, Bandsports e Band