Mães e filhos dividem paixão pelo handebol dentro de quadra

Mães e filhos dividem paixão pelo handebol dentro de quadra

Foi convivendo desde muito cedo com a paixão pelo handebol das mães, as técnicas Marli Damaceno e Vera Chiroli, que Gustavo Damaceno e Ivo Chiroli Neto deram os primeiros arremessos em quadra nas equipes comandadas pelas genitoras, que hoje têm o prazer de treinar seus próprios filhos. Juntos, mas em lados opostos, eles disputaram a etapa única do Campeonato Paranaense de Handebol Infantil Sub-14, realizada pela Liga de Handebol do Paraná, no fim de semana, em Sarandi.

Há quatro anos à frente da Fecam/AhandeCam/Grupo Integrado/Campo Mourão, Vera diz que é uma grande alegria dividir a quadra com o filho, que é um dos destaques do time e a enche de orgulho. “É difícil separar o lado mãe torcedora e o lado da técnica, mas é preciso saber equilibrar as emoções. Cobro muito dele, porque sei do potencial que tem e até onde pode chegar. Ver ele praticar o esporte que eu tanto amo, que joguei por muito tempo, é uma emoção muito grande”, afirma Vera, e acrescenta: “É uma imensa alegria, tanto como mãe como profissional, ver meu filho crescendo dentro da modalidade, mas, acima de tudo, ver ele feliz e se realizando dentro do esporte”, enalteceu.

Durante a competição, Neto foi eleito um dos atletas destaques da equipe, indicação muito comemorada por ele. “Fico feliz pelo reconhecimento. É muito bom jogar com a minha mãe, por outro lado, a cobrança é maior por ser seu filho, mas eu também sinto mais segurança ao ver ela ali”, menciona o meia esquerda, que ajudou o elenco da Fecam a conquistar a medalha de bronze da categoria sub-14, mesma colocação conquistada na categoria B dos Jogos Escolares do Paraná.

Defendendo as cores de Astorga, centrado Gustavo diz que sabe a importância que tem no time e contar com o suporte da mãe-técnica do lado de fora da quadra o dá mais segurança para desempenhar melhor sua função. “Gosto de jogar, minha mãe me passa segurança, mas também cobra muito de mim. Faço o meu melhor, nem tento surpreender ela, porque às vezes me frustro, quando faço uma boa jogada olho pra ela esperando ´é isso aí filho`, mas ela não diz nada, já quando outro jogador executa bem um fundamento ela elogia”, desabafa Gustavo. “Filho aqui eu sou a técnica, não posso o tempo todo ficar elogiando você. No time todos têm sua importância, não há privilégios”, justifica Marli.

Orgulhosa do filho, o técnica astorgana tece elogios ao meia esquerda, que também atua como central e foi um dos atletas destaque do elenco no torneio estadual. “É uma sensação muito boa poder acompanhar a evolução dele no esporte, acabo cobrando mais porque sei que ele pode render mais, pela idade dele (12 anos) joga muito bem, não pode estacionar”, afirma Marli, que também divide a quadra com o filho mais velho, Eduardo.
 
Ela diz que não é tarefa fácil ser mãe e técnica ao mesmo tempo. “Os aspectos são mais positivos que negativos, quando eu jogava meu pai era parceiro, era tão bom ver ele na arquibancada torcendo, já na quadra não posso torcer e soltar um ‘valeu filhão’ ou ‘vai filhão’, ali eu sou a professora. No entanto, é uma experiência maravilhosa desfrutar destes momentos com meu filho, tenho muito orgulho de ver quanto ele evoluiu e de como está traçando seu caminho no handebol”, destacou Marli.

A equipe de Astorga terminou com a 11ª colocação na classificação geral. Realizado em etapa única, o Campeonato Paranaense de Handebol Infantil Sub-14 reuniu em Sarandi mais de 450 pessoas, entre dirigentes, técnicos, arbitragem e equipe organizadora.

A competição conta com o apoio da Prefeitura de Sarandi, da Secretaria Municipal de Juventude, Cultura, Esportes e Lazer, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo (SEET), da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), do CREF9/PR, e tem o patrocínio das empresas Kagiva e Caio Eventos.

Liga de Handebol do Paraná
Assessoria de Comunicação
Texto e Fotos: Jaqueline Galvão
jaquelinefsgalvao@hotmail.com
(44) 3220-5750 / (45) 9139-1005
Skype: paranahandebol
facebook.com/paranahandebolhpr
Twitter: paranahandebol
Instagram: parana_handebol
www.paranahandebollhpr.com