Maringá e Alto Paraná definem título feminino do Paranaense Juvenil Chave Ouro

Maringá e Alto Paraná definem título feminino do Paranaense Juvenil Chave Ouro

Jogando em seus domínios, Maringá/Unimed/UEM/Unifamma superou Santa Maria/Caio/Mion/Cascavel na segunda semifinal feminina do Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil Sub-18 Chave Ouro, por 29 a 16. A partida foi realizada sábado (03) no ginásio de esportes Francisco Bueno Neto (Chico Neto), em Maringá.

Com um jogo equilibrado na primeira etapa, encerrado em 11 a 09, as donas da casa fizeram valer o fator casa e se impuseram ainda mais no segundo tempo, abrindo boa vantagem sobre as adversárias, fechando o placar em 18 a 07. “Prevaleceu nossa defesa, vantagem que se sobressaiu no jogo. Eu não esperava que esta diferença no placar, mas acredito que a determinação e a obediência tática prevaleceram no nosso time, o que resultou com nossa classificação à final, o que aumenta a responsabilidade, vamos ver o que nos reserva, será um jogo complicado, mas vamos entrar com a mesma postura e buscar sair de quadra com o título”, comentou a técnica maringaense, Clarice Braga.

Na edição 2014 da competição, as meninas da Cidade Canção terminaram com a medalha de bronze do estadual. Artilheira da partida com dez gols e eleita atleta destaque, Rebeca Bornia Souza fez parte desta conquista e agora tem a chance de se despedir do Paranaense Sub-18 com o título. “Este é meu último ano jogando no juvenil, treinei muito para chegar aqui e disputar uma competição com o nível do Paranaense. Agradeço ao meu pai Marcos pelo incentivo, aos meus técnicos (Valmir) Fassina, ao Vinão, à Clarice e à preparadora física Fernanda, que sempre me auxiliaram e motivaram para jogar, só quem treina sabe o quanto é difícil ser atleta”, expôs Rebeca.

Sem perder um jogo no estadual, o time cascavelense sofreu a primeira derrota quando estavam a um passo de buscar o título. “Na última semana mais da metade do time pegou uma virose e ficou sem condições de treinar, quase que não veríamos para a etapa final. Enquanto tínhamos condições físicas, jogamos, tentamos deixar o jogo equilibrado, mas fomos vencidos primeiro pelo cansaço físico. Esperamos que para a decisão de 3º lugar a equipe esteja melhor”, declarou o técnico Marcos Galhardo, que chegou nesta temporada a disputar cinco finais em diferentes categorias.

À final diante de Alto Paraná está marcada para às 15h30, no ginásio Chico Neto. Antes, porém, às 14 horas, as cascavelenses pegam Iporã na decisão do bronze.

O Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil Sub-18 Chave Ouro é realizado pela Liga de Handebol do Paraná, e conta com o apoio da Prefeitura de Maringá, por intermédio da Secretaria de Esportes e Lazer, da Associação Maringaense de Handebol, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo (SEET), da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), do CREF9/PR, e tem o patrocínio das empresas Kagiva e Caio Eventos.

Liga Nacional


Durante as disputas do Paranaense foi realizado um jogo da Liga Nacional, entre Maringá/Unimed/UEM/Unifamma e Pinheiros, válido pela quarta rodada do grupo A. Nos últimos segundos de jogo, Pinheiros buscou e conseguiu o empate com donos da casa, fechando o placar em 23 a 23. Jogando em casa, Maringá conseguiu abrir até quatro bolas na segunda etapa, placar que administrou até faltar cinco minutos para o final, quando o camisa 13, Luiz Erculano, foi expulso de quadra após uma falta. Momento que a equipe paulista cresceu, reagiu e foi para o tudo ou nada pra cima dos maringaenses, que passaram a cometer erros cruciais no ataque, o que culminou com três gols em sequência do Pinheiros, 23 a 22. Com a posse de bola, Maringá tentou ampliar a vantagem, mas foi barrado pelo sistema defensivo dos paulistas e não conseguiu a finalização. Faltando 30 segundos para o fim, Pinheiros contou com o goleiro linha para buscar o empate, o goleiro Joelber fez uma defesa espetacular, mas, na sequência, faltando cinco segundos, Joelber foi surpreendido pelo número 9 de Pinheiros, que arrancou o empate em 23 a 23. Joelber foi eleito pela Liga de Handebol do Paraná atleta destaque da partida.

Liga de Handebol do Paraná
Assessoria de Comunicação
Texto e Fotos: Jaqueline Galvão
jaquelinefsgalvao@hotmail.com
(44) 3220-5750 / (45) 9139-1005
Skype: paranahandebol
facebook.com/paranahandebolhpr
Twitter: paranahandebol
Instagram: parana_handebol
www.paranahandebollhpr.com