Paranaenses fazem participação histórica nos Jogos Escolares da Juventude

Paranaenses fazem participação histórica nos Jogos Escolares da Juventude

Deborah Hannah, campeã mundial de handebol com a seleção brasileira em 2013, na Sérvia, e embaixadora dos 

Jogos Escolares da Juventude 2014, entrega o troféu ao capitão da equipe de handebol do Colégio Vicentino Santa Cruz.

Os Jogos Escolares da Juventude Londrina 2014 chegaram ao fim neste sábado (13.09), com a disputa das medalhas nos esportes coletivos. Os paranaenses conquistaram três medalhas de prata e um bronze nas disputas de voleibol e handebol masculino, e no basquetebol em ambos os naipes, todos no torneio da primeira divisão, fechando a melhor campanha da história do Estado nesta categoria de 12 a 14 anos. Ao todo foram 58 medalhas, sendo 17 ouros, 22 pratas e 19 bronzes, colocando o Paraná em segundo lugar no quadro geral de medalhas, encostando na liderança dos paulistas e superando o resultado de 2013, quando foram conquistadas 31 medalhas ao final da competição.

Finais coletivas

Basquetebol – A disputa do ouro foi emocionante entre as paranaenses do Colégio Londrinense e o Colégio Amorim, de São Paulo. As paulistas ficaram atrás na pontuação o jogo inteiro, mas passaram na frente no final da partida e por um ponto conquistaram o título, com o placar de 38 a 37. No masculino, pela disputa do bronze, o Colégio Marista, de Londrina, levou a melhor na disputa contra o Centro Educacional Católica de Brasília, e com o apoio da torcida, venceram por 38 a 28.

Voleibol - Na final do vôlei masculino da primeira divisão, a equipe do Sistema Elite de Ensino (RJ) levou a melhor sobre os paranaenses do Colégio Rosi Galvão, de Pinhais, ao vencer pelo placar de 3 sets a 0 (25/20; 25/13; 25/17). Na disputa do terceiro lugar feminino, as meninas da Escola Santa Terezinha do Menino Jesus, de Guarapuava, não conseguiram vencer as cariocas, do Sistema Elite de Ensino, que ficaram com o bronze, no placar de 3 sets a 1 (25/16; 25/10; 19/25; 25/21).

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou uma lista de 40 atletas convocados para uma semana de treinamentos no CT de Saquarema (RJ), a casa do voleibol brasileiro. Os responsáveis pela escolha dos 20 meninos e 20 meninas são Vinícius Gamino Gomes, técnico da seleção brasileira infantil, e João Luís Klein, o Juca, assistente técnico da seleção feminina juvenil de vôlei. O intensivo está programado para a última semana de novembro. Entre os convocados estão os paranaenses Gabriela Ribeiro, da Escola Santa Terezinha do Menino Jesus, Leonardo Oliveira e Alan Maciel, do Colégio Rosi Galvão. Esta é a terceira seleção formada a partir dos jogos de 12 a 14 anos. 

Handebol – Outra disputa emocionante valendo a medalha de ouro no masculino da primeira divisão, desta vez protagonizada pela equipe do Colégio Vicentino Santa Cruz, de Campo Mourão que perdeu por apenas um gol para o atual tricampeão dos Jogos Escolares da Juventude e bicampeão dos Jogos Sul-americanos, o time do Colégio Castro Alves, de Cariacica (ES), pelo placar de 19 a 18.

Mesmo com a prata, a equipe do Santa Cruz pode se considerar campeã pois enfrentou uma seleção capixaba, que reúne atletas de vários Estados, com um time totalmente escolar, que começou os treinamentos com as categorias sub 10, sub 12 e agora sub 14. “Chegar aqui e quase vencer de uma seleção como a do Espírito Santo que tem uma mescla de atletas de várias partes do Brasil, é uma conquista enorme para nós que temos uma discrepância de tamanhos em nosso time e que também veio com muitos atletas lesionados”, comentou a técnica Vera Chiroli, destacando a alegria da equipe por estar participando de uma competição nacional e chegar entre os melhores.

Futsal – Os paranaenses do Colégio Estadual Nóbrega da Cunha, de Bandeirantes brigaram pelo bronze, mas não conseguirem vencer o Colégio Odete São Paio, do Rido de Janeiro, encerrando a participação na primeira divisão com placar de 3 a 1.

Troféu Powerade - Ao final da competição a Powerade premiou os atletas que se destacarem em suas modalidades. O Troféu Power Fair Play é uma homenagem a quem mostrou senso de coletividade. Um atleta que buscou a conquista, mas acredita que só uma competição justa é merecedora de grandes resultados. Das modalidades coletivas a contemplada foi a atleta do basquetebol do Colégio Londrinense, Anna Góis. Mais três paranaenses já haviam sido premiados nas modalidades individuais: no atletismo, Vitor Motin, do Colégio Pres. Abrahan Lincoln; no ciclismo, Francisco da Silva Neto, do Colégio Estadual Dom Geraldo, e no judô, Giovanni Mangini, do Colégio Erasto Gaertner.

Recordes – O nível da competição em Londrina foi muito alto. No atletismo foram quatro recordes quebrados, além de 11 na natação, desse número sete foram superados por atletas paranaenses. Só na natação foram seis nas provas do revezamento 4x50 livre feminino, 100m livre feminino, 400m livre feminino, 200m livre feminino, 200m livre masculino e no revezamento 4x50m medley feminino; no atletismo mais um na prova do lançamento do disco.

"O Paraná está orgulhoso de todos os atletas que participaram da etapa 12 a 14 anos em Londrina. Foi uma participação sensacional, tanto nas modalidades individuais quanto nas coletivas, considerada a melhor desde o início da competição no ano de 2005 . Tivemos uma grande evolução técnica dos nossos atletas e equipes. Estamos apenas atrás de estado de São Paulo, porém já diminuímos muito a diferença no total de medalhas conquistadas, isso prova que o Paraná está no caminho certo", declarou a chefe da delegação paranaense Marcia Tomadon. 

A próxima edição do evento, para atletas de 15 a 17 anos, será realizada em João Pessoa, na Paraíba, entre 6 e 15 de novembro.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio da Prefeitura de Londrina e patrocínio master da Coca-Cola.


COM/SEET
Josi Schmidt
Confira mais imagens no flickr: https://www.flickr.com/photos/secretariadoesportepr/sets/