Técnico da Seleção Feminina de Handebol visita Acampamento Nacional Cadete

Técnico da Seleção Feminina de Handebol visita Acampamento Nacional Cadete
Blumenau (SC) - O Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica de Handebol serve também como troca de informações até mesmo para os mais experientes. Durante alguns dias, os participantes receberam a visita do técnico da Seleção Feminina, o dinamarquês Morten Soubak, que foi conhecer de perto o trabalho feito pelo treinador da Seleção Masculina, o espanhol Jordi Ribera, que comanda as atividades com cerca de 120 jovens jogadores da categoria Cadete de todo o Brasil, reunidos desde a última sexta-feira (8) até o próximo domingo (17), no Sesi-SC, em Blumenau (SC),
 
Morten também está fazendo o planejamento para o Acampamento com meninas das categorias de base e, por isso, foi buscar conhecimento e informações para realizar o trabalho, que tem data ainda a ser confirmada. "Eu nunca comandei um acampamento antes, diferente do Jordi que está acostumado. Então, vim aqui para buscar informações sobre a maneira como é feito, sobre a estrutura física, aprender como é feita a organização e pensar um pouco como eu acho que deve ser com o feminino, já que os meninos e meninas têm características bastante diferentes", explicou Morten.
 
O dinamarquês avalia o trabalho como algo bastante complexo e que tem que ser muito bem planejado para que funcione, como está acontecendo com o masculino. "Estou conversando muito com o Jordi, não sobre a parte técnica, mas sobre a parte administrativa e organizacional, que tipo de modelos seguir. Para mim, será uma experiência nova. Quando trabalho com a Seleção, são cerca de 20 jogadoras. Nos acampamentos, nós estamos falando de um número pelo menos quatro vezes maior. É preciso pensar em todos os detalhes para que tudo saia bem, desde a acomodação até o atendimento médico, já que estarão todas fora de casa e longe dos pais."
 
Morten frisa a importância deste tipo de ação que está sendo desenvolvida pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) para o desenvolvimento da modalidade no Brasil. "O Acampamento é algo impressionante, que irá contribuir muito para o crescimento da qualidade do handebol no País. É uma grande oportunidade para esses jogadores e técnicos que estão participando e esta é a melhor maneira de descobrirmos talentos espalhados por todo o Brasil", completou.
 
Durante o período que estão reunidos, os atletas da categoria Cadete participam de diversas atividades como palestras, treinamentos em quadra, assistem a jogos internacionais, tudo para que absorvam o conhecimento e espalhem para os lugares de onde vieram. O grande objetivo é buscar a padronização do handebol no País e descobrir novos talentos que possam compor as Seleções Nacionais. Na sequência, Jordi Ribera irá reunir o mesmo número de jogadores juvenis, no período de 21 de fevereiro a 1º de março, também no Sesi-SC, em Blumenau.
 
Atletas e Técnicos Paranaenses Participantes do Acampamento Categoria Cadete
 
Fonte: