Técnico de Cascavel comanda filho em quadra

Técnico de Cascavel comanda filho em quadra

 

Mais de 600 pessoas entre dirigentes, técnicos, arbitragem e equipe organizadora participam da Copa Paraná de Handebol, em Cascavel. A competição que chega a sua décima edição neste ano tem muitas histórias pra contar, entre elas do filho comandado pelo pai treinador.

Há cinco anos, João Vitor Marques de Moura, de 15 anos, compõe a equipe ACH/Cascavel/AC5 dirigida pelo pai Moacir Lincoln de Moura. No entanto, a história de cumplicidade entre os dois começou a ser escrita muito antes. Aos cinco anos, João foi morar com o pai e passou a acompanhá-lo em campeonatos, não demorou muito para se familiarizar com a bola e fazer suas primeiras jogadas. Dali pra dar início ao treinamento foi um pulo.  “É maravilhoso ter meu pai como treinador, ele é meu grande incentivador no esporte. Dividir a quadra com ele é uma experiência única, um momento que podemos dividir na mesma intensidade. A confiança entre nós é muito grande e a cobrança também, quando preciso joga a responsabilidade pra mim porque sabe do meu potencial, sabe que vou dar conta”, afirma o capitão da equipe, que joga nas posições de armador e central.


                                 Filho e pai dividem a paixão pelo handebol há cinco anos


Dentre as medalhas que divide com o pai estão o título da Copa Oeste, do Campeonato Paranaense Sub-12 em 2011, o vice-campeonato sub-12 em 2012, a medalha de prata da Copa Paraná em 2013 e 2014, o 2º lugar do Paranaense Sub-14 em 2013, duas vezes medalha de bronze na Copa Ubiratã, 4º lugar da fase final dos Jogos Escolares do Paraná 2013 e vice-campeão da Copa Copermundi em 2014, ano em que foi convocado pela primeira vez para o Acampamento Nacional pela Confederação Brasileira de Handebol.

O jovem atleta ainda não sabe se quer seguir carreira, a única certeza é que o handebol sempre estará presente em sua vida. “Respiro handebol 24 horas por dia, é um esporte que gosto muito de praticar, mas o futuro ainda é incerto”, declara o camisa 16.

Orgulho
A caminho dos 38 anos de carreira, o pai técnico conta orgulhoso da evolução do filho nas quadras. “O João agrega muito ao grupo, me ensina cada dia algo novo, é um contestador nato (risos). Ele sabe até onde pode ir, conhece sua condição física e seus limites. No jogo de estreia ele caiu e se machucou, corri para atendê-lo, perguntei se estava doendo, disse que sim, perguntei se queria sair, me olhou nos olhos e falou: _Não, vou continuar! Ele é um filho que muitos pais gostariam de ter, tenho muito orgulho dele, espero que possamos crescer juntos muito ainda”, anseia Moacir Lincoln.

Campanha
Titular da equipe cascavelense sub-15, foi eleito atleta destaque nas duas partidas que disputou. Integrante do grupo A, o elenco anfitrião venceu por 18 a 11 os meninos de Sarandi/SEJUV/LB9 e sofreu a primeira derrota no torneio diante de Campo Mourão/Colégio Vicentino Santa Cruz/Fecam, por 21 a 14. Com dois pontos na tabela de classificação, os donos da casa voltam à quadra na segunda-feira (20.04), às 09h20, contra Prefeitura de Iporã. Quem vencer ocupa o segundo lugar da chave e avança à próxima fase com chances reais de buscar o lugar mais alto do pódio.

A Copa Paraná conta com o apoio da Prefeitura de Cascavel, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo (SEET), da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), do CREF9/PR, e tem o patrocínio das empresas Kagiva e Caio Eventos.

Assessoria de Comunicação
Texto: Jaqueline Galvão
Fotos: Jaqueline Galvão
jaquelinefsgalvao@hotmail.com
(45) 9139-1005 / (44) 9988 6768
Skype: paranahandebol
facebook.com/paranahandebolhpr
Twitter: paranahandebol
Instagram: parana_handebol
www.paranahandebollhpr.com